sexta-feira, 19 de outubro de 2007

QUANDO UM SITE DE QUALIDADE FALHA E NÃO ASSUME A FALHA - CASO DO PORTAL TESTEXPERT


Pessoal,

aqui no Diário da Qualidade a transparência é única: sincera e honesta. As vezes posso errar, posso acertar. Mas vou aprender a cada dia. Mas o que não dá para abrir mão é da transparência. O problema é o caso do Portal TestExpert.

Vou fazer uma conta simples para que vocês entendem o que quero explicar (é analogia, peço que entendam):

1) esconder uma verdade = não falar uma verdade = mentir
2) mentir para um cliente = mentir um leitor = mentir para uma comunidade
3) apagar o histórico de uma falha grave = esconder um fato = esconder um bug
4) não ser transparente = esconder algo = não querer que vejam a verdade
5) qualidade = transparência + honestidade + melhoria cotinua

Caro leitor, em qualidade se mentimos para um cliente estamos querendo esconder algo. Muito pior quando fazer isso na frente de milhares de pessoas num site aberto na internet. Salvando-se as devidas proporções "o trabalho de um testador é igual ao de jornalista: estar sempre atento a verdade e aos fatos", só que a "verdade" para o testador é a falha, o bug, o defeito.

Falhar é humano. Aprender e assumir a falha é honestidade. Mostra maturidade e ainda significa mostrar crescimento e evolução constante. Será que estou errando em colocar o assunto aqui? Será que estou exagerando? Não acredito porque quando coloco conceitos e prego a importância da transparência na Qualidade, estou sendo honesto comigo mesmo.

Vou resumir (reaproveitarei o texto de outro post meu aqui - o do congresso da ALATS - parte 02):

No Portal TestExpert foi feita uma análise do evento da ALATS, o BRATESTE - 2007 do Rio de Rio de Janeiro. Como sou era cadastrado no portal irmão constatei uma primeira falha: não teve palestrante citado. Por ironia do destino o texto estava como se eu não tivesse dado a palestra. Ou era erro de texto ou era falha proposital. Já vi situações acontecerem ao meu lado, por questionei. Podia ter sido outro. Mas fui a vítima. Fiquei triste e indignado porque o texto passou por mais de uma pessoa antes de entrar no ar. Pior: passou por pessoas da propria ALATS (que estavam no próprio evento). Mas detectei e passei e-mail e depois postei no Portal o ocorrido. Descobri pela forma que quem fez a análise, ou não fez com a devida atenção ou tinha as informações de forma incompleta. Detectei ainda (depois de troca de e-mails e posts no próprio portal) que havia uma falha grosseira de análise: a ALATS colocou no seu site antes do evento os detalhes de cada palestra (além do titulo, data, hora inicio e fim, palestrante , tinha ainda descrição de cada palestra).

No evento foi distribuído um papel com todas estas informações menos a descrição de cada palestra. Para quem deseja entender uma palestra tem de ler um resumo da mesma (descrição) e depois comparar com a que foi dada. Simples: equivale a um requisito da própria palestra. No caso da minha foi pior: o analista, analisou apenas a partir do título e de suas impressões. Fica provado que não leu no site antes ou leu mal ou na hora da análise não considerou importante.

O pior:
escreveu como se o palestrante tivesse mentido em relação ao titulo (por mais que não tenha usado a expressão "mentira", mas ficou subentendido). Prometeu uma coisa e fez outra. Mas estava lá na descrição da palestra no site da ALATS. Apenas o título era chamativo e compacto.

Conclusão
: falha humana, somado a falha humana no evento, somado a falha de processo de publicação de texto no site. Nossa !!!!

Mas veja: a falha de quem analisou não foi proposital como ficou esclarecido. No final, na minha visão tudo estava ok, mas o pior estava por vir...

A administração do Testexpert resolveu apagar simplesmente as discussões abertas e conclusivas e investigativas. Bem, caro leitor para fato foi reproduzir o e-mail do administrador do Portal:

===== copia do email do administrador so portal ====
Fri, 19 Oct 2007 23:02:38 -0300 (ART)
De:Send an Instant Message "Cristiano Caetano" Adicionar endereçoAdicionar endereço
O Yahoo! DomainKeys confirmou que esta mensagem foi realmente enviada pelo yahoo.com.br. Mais informações
Assunto: Exclusivo: Cobertura do 1o Seminário Brasileir o de Teste de Software - BRATESTE (2007)
Para:hbarros@base2.com.br, lm7k@yahoo.com.br
Olá,

só para constar, a discussão ocorrida em função da
falha e dos diferentes pontos de vistas em relação ao
nível de detalhamento ou abordagem da cobertura do
seminário foi removida do portal em virtude de que não
agregava valor e não ia de encontro com o objetivo do
portal.

Ambos estão de parabéns pela contribuição dos seus
pontos de vistas sobre o evento. A comunidade de
testes agradece imensamente o esforço.

Cristiano Caetano

=====

Bem caro Leitor,

no domingo, no dia 21 de outubro de 2007 o administrador repostou as menssagens supostamente excluidas conforme seu e-mail acima (resolveu republicar as menssagens devido ao ESTE POST AQUI COLOCADO). Esta é uma atitude que parabenizo o Portal, mas ainda falha: devia ter assumido que excluiu as menssagens (ou melhor: que as esacondeu). Acredito que o impacto deste post fez o Portal repensar em sua política ou em sua postura entre o sábado e domingo. Caro leitor o erro escondido somente piora. Porque não assumir que errou ao excluir? Querer esconder um erro usando uma falsa verdade faz somente piorar.

Mas veja um detalhe: tem um post (enviado pelo responsável pela análise) que reproduzo um pedaço aqui (veja abaixo), PARA entender melhor.

=== reprodução de parte do texto do portal (resposta de quem fez a análise, com data de 19/10/2007 as 15:30 ===
"... Não li os resumos, e não errei ao fazer isso. Não costumo lê-los quando vou a eventos desse tipo. Não sei quantos fazem o mesmo. Os palestrantes devem ficar atentos a isso antes de escolher os títulos das palestras.

O título da sua palestra sugeria uma coisa e o conteúdo foi distinto. Essa é a minhã opinião. Não é negativa. É uma constatação."
============================

Veja, aqui se percebeu o primeiro erro: não leu o texto explicativo da palestra no site da Alats. Mas lembre, ele também não é obrigado a ler o texto (é um direito dele). Ao mesmo tempo não foi distribuido o na palestra (dentro de algum paper) a descrição da palestra.

==> Vamos ver dois aspectos importantes: o titulo da palestra é livre de escolha do autor. O mesmo pode ser um resumo, um destaque principal de algum ponto da palestra (e foi este o caso), um mix de itens, em resumo: o título pode não representar toda a palestra se ela abordar vários aspectos que se entrelaçam. Pode ser algo para chocar. Não há regra e nem deve ter. Pode ser uma frase marketing, pode ser várias coias. Cabe sim a quem vai assistir a uma saber previamente sobre o será dado na palestra. Pode até ser que dado o conteúdo alguém optasse por não ir a palestra. É igual a você comprar um livro com título supostamente maravilhoso e o conteúdo ser horrível.

==>Me pergunto: como alguém pode julgar se uma palestra não bate com o que é proposto se o que vale é a descrição da palestra? É ai é que você vê se uma palestra é boa ou não. A descrição estava antes lá no site da Alats. O que vale no depoimento dele é o livro arbitrio de colocar a sua opnião (sempre defenderei o direito a criticas, semrpe defenderei a liberdade e a transparência). Agora, se ele julga fica atento para ser julgado. Se ele critica deve ficar atendo para ser criticado, ser contra-argumentado. Pelo jeito, percebe-se que o analista em questão não recebe bem criticas. As criticas são relativas a análise, não da pessoa que analisou. Vemos aqui a velho dilema do programador: quem desenvolveu o software que tem um bug sempre leva para o lado impessoal, pensando que o bug o seu e não do software. O err o não foi do analista, mas do processo. Mas também mostra pontos importantes quando alguém FAZ alguma análise.

==> continuo com a mão extendida para fazer novos amigos. A paz é minha companheira. Não uso tática de "morde e assopra". Sou sincero. Não tenho menor interesse me auto-promover. É mais fácil cadastrar o blog em sites de busca. Sai mais barato (busque no google). A minha preocupação é a sinceridade e a Qualidade. Ser sincero pode ser um defeito e uma qualidade dependendo do momento. Assumo os meus erros. Mas me preocupa quando vira uma bola de neve. Por isso pedir para sair do Portal dado o fato e, não pretendo responder comentários mais lá, dado o que aconteceu. Mas não tenho culpa se pode ter haviado algum conjunto de falhas. Veja novamente dois textos. O primeiro reprodução de parte do texto do analista no Portal (ainda de 19/10 as 15:30), e outro enviado antes direto para meu e-mail. A mão de amizade continua extendida não somente a ele, mas a todos. Mas um amigo verdadeiro começa por esconder a verdade. Talvez houvesse um dilema: porque resolver tudo na "surdina" e evitar possiveis stress. Minha consciência. Me sentiria mal em esconder um bug (mais de um) do Leitor. Me sentiria mal.

======= reprodução de parte do texto do portal (resposta de quem fez a análise, com data de 19/10/2007 as 15:30 ===

"...Você que não recebeu bem as críticas quanto a sua palestra. Infelizmente não vou mudar uma linha sequer, foi o que achei. Minha opinião pessoal.

Você está me criticando e se promovendo ao mesmo tempo, o que é deplorável.

Essa estratégia de bate e assopra que você usa em seus textos não cola. Não tem amizade nenhuma sendo plantada aqui."

=============================

==== reprodução de parte de texto de e-mail enviado =====

Thu, 18 Oct 2007 17:19:21 -0300
De:"Hugo Valentim Barros" Adicionar endereçoAdicionar endereço
O Yahoo! DomainKeys confirmou que esta mensagem foi realmente enviada pelo gmail.com. Mais informações
Para:"Leonardo Molinari"
Assunto: Re: FALTOU PALESTRANTE
Realmente na versão final que enviei para o Cristiano faltou sua palestra. Foi falha mesmo. Não tinha nenhum motivo para excluir uma palestra. Concordo com você que mesmo se não tivesse gostado não seria de bom tom. Não foi o caso, uma passagem especial da sua palestra na qual que você contou sobre o criador da penicilina e do Churchill ficou na minha cabeça uns bons dias. Meu critério foi bem simples, as que eu gostei mais falei mais, as que eu gostei menos falei menos. Sempre focando nos pontos positivos. Só para você ter uma idéia, sua palestra não foi a que eu mais gostei, mas teve duas que eu realmente não gostei. Se fosse para não falar de alguma, deixaria de falar dessas. Deixa eu corrigir essa falha junto ao Cristiano. Outra coisa importante de dizer é que eu passei para o pessoal da ALATS revisar também porque fiquei preocupado com a questão dos direitos autorais. Passou batido por eles também. Um abraço, P.S. Conversamos um pouco no fim do evento. Não sei se você lembra. Já iniciou algum outro projeto? Já tomou coragem e colocou Google Ads no seu blog?

======================================

Vejamos ainda:

==> Apagar a informação do erro não apaga o erro. Pior: não sequer entrou em contato com os envolvidos antes de tomar as atitudes, e para piorar: deixou os erros que lá estavam ainda (o unico erro corrigido foi colocar a analise de minha palestra no texto). O Portal se preocupou mais com a imagem do que com a verdade, do que com a Qualidade e com a transparência. (depois voltou com o texto em 21/10/2007)

Veja alguns fatos importantes:

a) quem analisou o evento no portal foi o Hugo Barros. Sócio Diretor da Base2 Tecnologia que estava no evento que no dia me perguntou na intervalo da tarde se iria colocar o google-ads no meu blog. Tratei-o super bem e vice-versa.

b) o administrador do site (e virtualmente e efetivamente dono do Portal) é o autor Cristiano Caetano, o qual prefaciei seu ultimo livro com grande felicidade.

c) Na minha palestra toquei no fato do comprometimento moral e da postura de quem trabalha com testes: o chamado profissional-heroi (veja minha palestra aqui no blog).

d) coloquei na minha palestra: "na qualidade, não avançar é recuar". Vejam os slides. Não evoluir é andar para tras. Não aprender e não assumir os próprios erros é andar para tras.

e) coloquei um sudoku na minha palestra como um desafio (não como uma brincadeira) para premiar quem resolvesse primeiro ganharia um livro meu: resolveram em 5 minutos. Mas o que não contei em publico e deixei para o final foi que premiaria alguma outra pessoa que demonstrasse esforço mesmo não tendo sido o mais rápido. Que demonstrasse que não desistiu de resolver um problema simples. Que acreditou até o fim. Teve mais duas pessoas, premiei uma delas que demonstrou essa luta e essa garra de não desistir. Um testador não desiste de um erro. Um testador tenta ser o mais rápido possivel sem denegrir a qualidade, sempre acreditando e não desistindo. Detalhe: num dos meus ultimos slides estava lá "nunca desista" como qualidade de testador. A ultima pessoa premiada (e 2a e ultima) entregou o sudoku uma hora depois de minha palestra. Outro detalhe: informei a todos que uso sudoku em treinamentos de testes, por questões de logica (vide artigos de meu site).

f) numa das trocas de posts no portal coloquei: não sou melhor que ninguém. Me considero uma formiguinha batalhora e lutadora. Posso errar mas estou aprendendo a cada momento.

g) o evento da ALATS analisei durante uma semana antes de postar aqui a 2a parte pois revi cada palestra de cada palestrante (revi cada ppt). chequei cada informação antes. organizei cada informação. fui detalhista. Mas não digo que a minha foi melhor análise, mas sim mais organizada, abrangente e clara. A do analista do Portal foi, como ele coloca, uma opnião. Respeito e valido o direito a sua opnião, boa ou má. Com falhas ou não.

h) coloquei num dos posts que se o profissional que se propõe a colocar uma análise (ou um texto qualquer) num portal ou um blog, tem de estar aberto a críticas. Tem de saber lidar com críticas. Todos dias recebo elogio e alguma critica. A última critica foi da minha esposa que me pediu para comprar um item de farmácia, e dentre tantos coisas que tive de comprar na rua esqueçi um item entre vários. O ultimo elogio foi de um visitante (de Montevideo / Uruguai) elogiando o blog.

i) Me pergunto: como um profissional que não admite falhas, pior : não admite suas falhas pode querer evoluir. O ser humano pode errar. Falhar é humano. Mas não aprender com erro é falha maior ainda. Esconder um erro é mais que uma falha: é um defeito de transparência. Por isso não questiono as pessoas, mas as suas atitudes. No caso aqui a atitude do Portal.

j) Em cima do item acima, ainda questiono: O Portal coloca em sua politica de provacidade que "O Portal TestExpert não se responsabiliza pelo conteúdo publicado nestes fóruns e weblogs.". Ao mesmo tempo coloca mais adiante que "Os autores do Portal TestExpert reservam-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgarmos ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros". Na verdade o portal somente tem uma dono e um criador que é o Cristiano Caetano, e que é também seu administrador, um ótimo autor e amigo meu digno de respeito. Mas aqui é transparência é que é o questionamento. Em meus comentários no portal em nenhum momento coloquei um palavrão ou ofendi alguém, apenas questionei. Cheguei a tecer alguns elogios sinceros.. Mas me senti ofendido sim, pela falta de transparência. Um dos erros da analise foi concertado, mas os outros não. Constato aqui neste momento é a transparência. O fato é que não é de fato um Portal público. É um portal privado que abriu seu conteudo para atrair publico e num futuro a médio prazo ganhar em cima de anúncios, é que se constata. O questionamento que coloco é a diferença entre a politica de privacidade e o que é praticado. A própria politica é contraditória. O conceito de portais na Web 2.0 deve respeitar a libertade de opnião, e dar transparência. Recebi até o convite para que o Diário da Qualidade fosse para lá, mas não fui porque prefiro manter-me independente e ter a plena liberdade de colocar a verdade sem ofender. Quando a administração de um portal está mão de uma pessoa só esta pessoa deve se tornar neutro, e se preocupar sim se ofensas claras foram colocadas, pois estas quando aparacerem devem ser retiradas para manter a saúde mental dos envolvidos, mas deve respeitar a liberdade e dar direito a liberdade de opnião e discussão. É aquela velha máxima: "quem guardará os guardiões do sistema???". Equivale a um policial cuja função é proteger o cidadão, e resolver abusar de seu poder, oprimindo e definindo sua lei em sua visão. O fato é que se caracterizou pelo seguinte: se algo no portal for criticado, não pode ser publicado. Preocupante o fato.

k) dado a constatação acima pedi para sair do Portal, afinal se não há transparência, porque continuar ali? Bem... Fui procurar o link ou o item de "des-cadastro" no site e vi que não existe. É um direito do cidadão não querer fazer parte de algo. Falha? Talvez. Falha de Projeto do Portal? Talvez. Armadilha? Não acredito pela postura que conheço do administrador do Portal. Lembro-me do livro de George Orwell, de onde o conceito de "big brother" foi tirado. No livro o "big brother era" para o mal. Na televisão era para diversão. E no portal? Não sei... Mas se atitude é contraria ao que é pregado pelo portal que é "ser um grande centro de testes", constato o contrário. O intuito ali indica ser outro. Posso estar errado e Deus queira que sim. Por isso a minha preocupação.

**** o texto do parágrafo abaixo foi corrigido para sanar uma injustiça ***

l) Existem outros portais que surgiram e depois deixaram de ser portais. Foi o caso do Virtual Testing que voltou a ser um blog e foi super-hiper-transparente para com o seus visitantes. É uma pena que tenha voltado a ser um Blog, pois torçi muito para dar certo. Mas o fato é que assumir um portal, é mais que meramente pagar a hospedagem e ter um conteúdo razoável no mínimo. É ter postura, e foi o caso do Portal Virtual Testing. Mereçe parabens e minhas desculpas. Comprometimento, e transparência acima de tudo. Daí o fato de não recomendar mais o Portal Text Expert.

ps: Novamente peço desculpas pois quando escrevi o texto acabei não revisando pois estava muito cansado na hora (por mais que tenha lido o texto) e omiti algumas palavras, que aparentemente deram um outro sentido quando queria dizer outra coisa. A ultima frase foi o destaque do caso em questão.

******************************************************************

m) Por tem percebido mais o Diário da Qualidade está no caminho da Web 3.0 onde a comunidade ditas as regras e gerencia o conteúdo. E o respeito a todos que passam por aqui é fundamental. Estou na minha visão, numa espécie de Web 2.7 ou 2.8. Não se precisa virar portal para estar na afrente de seu tempo. A postura e a atitude colocam você no caminho de fato do futuro. Vou citar Dalai Lama (que esta semana foi recebido por Bush Casa Branca): a cerca de uns 3 anos atras ele foi convidado para fazer um artigo de comemoração de uma revista on-line famosa da área de informática, que fazia aniversário de publicação. Dalai Lama numa revista de informática? Sim... O mais importante colocado por ele (e foco da artigo na época) foi que "a tecnologia é um meio, e está a serviço do homem, e não nós que estamos serviço dela"... Aqui a ideia é o Diário da Qualidade estar a serviço da divulgação da Qualidade, que ajuda a melhor produtos e serviços, que ao final ajuda melhorar a vida de quem faz uso e constrói produtos e serviços. A idéia é estar a serviço do homem. Ousadia? Utopia? Não. É acreditar que a Qualidade é transformadora. Se não acreditarmos naquilo que fazemos o homem nada faria. Profundo não....

n) Todas os meus posts, o qual recomendo algo relacionado ao portal (direta ou indiretamente) continuam válidos. Apenas por uma questão de princípios retirei o link que tinha para o portal a partir daqui pois não referenciar algo que não acredito mais. A minha entrevista que dei ao portal repliquei aqui no mesmo post que anunciei a entrevista lá no portal. É uma questão de princípios. O respeito as pessoas continua e as amizades também, mas não poderia ser complacente com algo incoerente. O Diário da Qualidade tem se tornado um marco. Quem fez isso é quem passa por aqui. A fórmula passa por transparência e comprometimento e liberdade clara de expressão com respeito as pessoas. Agradeço humildemente de coração a cada um que deixa um scrap aqui. A cada anônimo, a cada visitante. Pois são vocês que ajudam a espalhar a Qualidade. Sabem porque? Acredito em cada um de vocês.

Lembro ainda por fim:

NA QUALIDADE TRANSPARÊNCIA é ESSENCIAL. Por mais que a estrutura do Portal tenha pontos positivos, como a oferta de vagas, e outros bons artigos, mas falhou em ser transparente. Fico triste por um Portal irmão errar deste jeito. Mas deixo aqui de recomendá-lo. Não sei se no futuro este erro será sanado. Mas é uma mancha que denigre e imagem da Qualidade. Sou consultor e autor sério. Quem trabalha com teste tem que ser profissional. Da mesma forma que um cliente deve ser respeitado, o leitor e quem passa por um site deve ser respeitado.

QUANDO TOMAMOS UMA DECISÃO DIFICIL, devemos estar firmes e conscientes do que fazemos. O Portal recolocou os posts retirados da discussão. A minha decisão de colocar este post aqui, foi uma decisão dificil. Mas corajosa. Cheguei a consultar minha esposa para ter certeza de estava no caminho certo. O minha decisão de colocar este post forçou o portal a uma das atitudes possiveis: voltar atras. Parabens. Mas como disse acima: faltou ainda assumir que retirou os posts. Somente tenho a agradeçer. A Qualidade agradeçe. Tento ser justo, mas não sou dono da verdade e tenho de reconhecer. Quando a quem analisou, digo e repito, ao nobre Hugo: errar é humano. Aprender com a falha é mais humano ainda. É divino. Obrigado por tudo.

Outro dia ao avisar do post da analise do evento ALATS no grupo yahoo DFtestes postei no meio de meu texto uma frase pequena que dava impressão de marketing pessoal. Não foi uma falha proposital mas um ato falho. Trocou-se e-mails. Assumi meu ato falho. E acabei fazendo um novo amigo. Qual foi a base disto tudo: transparência e sinceridade. Aprendi a me policiar mais e mais. Aprendemos todos os dias.

Eu sei que vários leitores do Portal são também meus leitores e fico feliz por isso (respeito a diversidade ao extremo), mas peço desculpas pelo post sincero, mas se eu não o colocasse me sentiria mal comigo mesmo. Mal com a minha consciência. Mal com a transparência e a verdade. Mal com a Qualidade.

Abraços sinceros a todos onde estiverem sem restrições (E OBRIGADO POR TEREM RELIDO ESTE POST),

Leonardo Molinari.

4 comentários:

Guido Potier disse...

Olá Molinari!!!

Sou um grande admirador do seu trabalho e acompanho diariamente o seu blog de qualidade assim como outros, fico feliz com que pessoas como o senhor e outros se empenham em nos trazer a melhor informação possível sobre qualidade.

Entendi o seu ponto de vista, mas na minha opinião esse caso deveria ter sido tratado entre vocês, respeito a sua posição e de todos os envolvidos mas creio que ambos estão errados, acredito que não era necessário chegar a esse ponto, todos devemos nos unir pois todos tem o mesmo objetivo em comum.

Essa briga de ego deveria ser tratada entre os envolvidos não sendo necessário a nossa opinião, pois colocando mais lenha na fogueira não vai adiantar nada, não estou dizendo que a culpa seja do senhor mas acredito que esse problema poderia ter sido solucionado no seu inicio dessa forma haveria menos desgaste entre os envolvidos.

Mas uma vez lhe agradeço por nos trazer um conteúdo de qualidade a todos nós mas peço que se possível que esses problemas possam ser resolvidos "em casa" para que não haja esse sentimento de revolta entre os envolvidos :-)

Abraços,
Guido Potier.

arnaldo.miranda disse...

Caro Leonardo,

É uma pena realmente você achar que minha atitude de voltar as origens de um blog foi uma atitude de falta de comprometimento e transparência. Acho que muito pelo contrário, voltei justamente por que não poderia dar suporte a todos aqueles que se cadastraram no site, até porque a ferramenta na qual eu estava utilizando para gerenciar o portal, com nome de Icox, não possui estabilidade suficiente e por isso eu não teria tempo para atualizar as constantes versões e correções que são liberadas.

Portanto o comprometimento com a comunidade de testes se dá justamente ao fato que voltando ao formato de blog eu poderia na forma de artigos contribuir com a disciplina de testes.

É importante lembrar que o blog não minha fonte de renda, apesar de ter incluído o google adsense, não tenho uma quantidade de acessos como seu site, mas isso é uma coisa que não me preocupo, por que o objetivo maior é contribuir com todos, trabalho em uma empresa americana que possui uma unidade de desenvolvimento em Recife, e entre o trabalho de testes, viagens para a realização de beta testes e diversas outras atividades, seria bastante difícil manter e dar suporte a um site no formato de rede social, não acha?

Concluo aqui meu comentário dissendo que apesar de você achar que não tive comprometimento e transparência, e não ser mais digno de sua indicação, o endereço do Diário da qualidade vai continuar sendo minha indicação.

Atenciosamente

Arnaldo Miranda
Virtual Testing

Leonardo Molinari disse...

Arnaldo,

foi falha minha de digitacao e texto. Me perdoe. O texto como um todo se refere ao portal text expert. No seu caso queria dizer que teve blogs que viraram portais e depois voltaram e foi uma pena. Estarei corrigindo a noite o texto do post. Desculpas sinceras. Inclusive estava para lhe enviar um email convidando-o para ser entrevistado pelo meu blog. A mente foi mais rapida que a mao e o texto ficou falho. Voce merece meu respeito e consideracao.

Uma abraco,

Leonardo Molinari

Leonardo Molinari disse...

Guido,

o assunto esta encerrado e ao longo da semana estarei publicando nomalmente. Ja a partir de hoje a noite. Apenas farei um acerto devido a um erro (e injustica cometida por mim) que cometi relativo ao Arnaldo do Virtual Testing. Super-obrigado.

Um abraco.

Leonardo Molinari