segunda-feira, 23 de julho de 2007

VIDEO: DIFERENÇA ENTRE DEFEITOS E FALHAS

Olá pessoal,

este é mais um video meu no YouTube, agora explicando a diferença entre defeitos e falhas na área de Testes.

AVISO: Algumas pessoas questionaram o fato de haver uma apresentação minha prévia no vídeo (já nasce polêmico e isto é ótimo). Mas esta apresentação prévia está com cerca de 35 segundos. O vídeo foi projetado (isto mesmo!) para ser o mais genérico possível e que permita que a pessoa que venha do YouTube acesse o Blog também, conhecendo outros assuntos publicados aqui. Por uma questão de educação eu me apresento e faço referência a este Blog, não tem como evitar dado o sucesso do mesmo. O enfoque é ser didático, pois certos conceitos são melhores explicados "ao vivo" do que meramente através de texto. Isto não quer dizer que os próximos videos no YouTube não venham a ser melhorados e otimizados, afinal a transformação é constante!!! Muito obrigado a todos pelo retorno constante. Lembrando: não apenas reclamem de braços cruzados, mas também ajudem na transformação contribuindo de forma positiva, e que os textos aqui ajudem a todos a trilhar o caminho do sol...

Abraços Sinceros a Todos....

Leonardo Molinari

================

Veja abaixo o vídeo:



2 comentários:

Ana Paula disse...

Então Leonardo ... sinceramente a diferença me parece muito tênue entre falha e defeito. Tão sutil que eu muitas vezes não consigo definir.
Resolvi assistir o seu video e mesmo assim, essa minha visão não mudou.

Leonardo Molinari disse...

Ana Paula,

vamos ver de outra forma (afinal sempre existem outras maneiras de explicar o mesmo assunto):

a) Explicação 1: Imagine um carro que você comprou zero. Você verifica todos itens do carro (step, motor, radio, um pouco de gasolina, etc) e os mesmos estão lá (incluindo o manual do carro). Você sai dirigindo o carro e depois de 5 kilometros o carro resolve "engasgar"... e tanto engasga que para e afoga o motor. "Mas como pode???"... O que vc viu é problema do carro, uma falha grave. "Como um motor novo engasga???".. Ai você olha o manual e vê no manual escrito (PRESTE ATENÇÃO NO TEXTO): "O carro foi projetado para depois de 5 kilometros parar devido ao motor ser ultra-compacto. Sendo portanto o motorista obrigado a parar o carro a 4,9 km."... Como você o carro foi projetado assim, desse jetio maluco, que na pratica é uma falha, mas não um defeito. Defeito seria se no texto acima estivesse escrito "100 km" ao inves de 4,9km. Percebeu a diferença. Defeito é algo especificado por alguem e escrito e falha é qualquer problema, que pode ou não ser uma falha.

b) Explicação 2: Se um sistema foi projetado para ter no maximo 100 (cem) usuarios simultaneos usando o sistema, porém quando temos 500 usuarios o sistema para, esta parada é defeito ou falha? É uma falha sempre e mas não é defeito porque ainda não está escrito em nenhum lugar que ao ter 500 usuarios o sistema pararia. Pra ser defeito tem de estar escrito e documentado previamente.

c) Explicação 3: Imagine que você compra um esmalte de unha, e você usa-o e sua unha fica azul. Sua unha fica linda com o esmalte novo e você amou o esmalte novo. Eis que de repente você olha no rotulo do esmalte e está escrito: esmalte vermelho. O que vemos é um defeito ou uma falha? É um defeito (o que está na embalagem não condiz com o conteudo) mas NÂO é uma falha pois o esmalte funciona e não dá alergia e fica lindo.

Acredito que está bem claro. Tanto quanto temos 3 situações:

-Há defeito e há falha (ex: o que está escrito não funciona)
-Não há defeito e há falha; (ex: está documentado o problema e o problema/falha faz parte do funcionamento do objeto)
-Há defeito e não há falha (ex: o sistema funciona ok mas não é o que o usuário pediu)
-Não há defeito e não há falha (o sistema funciona 100% conforme pedido e nada de problema foi encontrado);

Espero que agora você tenha entendido melhor...

[]s

Leonardo Molinari